terça-feira, 14 de setembro de 2010

novo link do Dias de Cão!

Já faz um mês que o Dias de Cão migrou para o Wordpress! Atualizem o link para http://bellaeosdiasdecao.wordpress.com/. Novidades, twitter, causos e fotos estão sendo postados somente lá. Shiva, Guido e eu esperamos vocês!

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

twitter dias de cão

Na casa nova http://bellaeosdiasdecao.wordpress.com/ já está rolando o twitter! Atualize o feed e aproveite para acompanhar @shivaeguido! Os posts com novidades estão por lá.

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

atualizem o feed!

O Dias de Cão agora é http://bellaeosdiasdecao.wordpress.com/. Postagens novas serão feitas somente por lá. As explicações estão aqui e aqui. E logo os ajustes terão terminado, como a inclusão dos seguidores na casa nova... (ainda estou apanhando um pouco, confesso!)
Nos vemos por lá!

sábado, 7 de agosto de 2010

Dias de Cão de casa nova!

Pessoal, deu trabalho, mas consegui! No mês do cachorro louco, o Dias de Cão está de mudança para o Wordpress. Esta é uma idéia que venho amadurecendo há algum tempo, desde que o blogger começou a apresentar muitos problemas nas atualizações e, desde meados de julho, tomei coragem de me aventurar. Acredito que valeram a pena os finais de semana debruçada no computador (com Shiva e Guido por perto, claro!!!) e espero que vocês gostem!

Alguns detalhes ainda serão finalizados, como os links dos blogs que sigo e que ainda não terminei de migrar. Outros não terão mesmo jeito, como alguns vídeos que saíram do ar ao longo desses 2 anos e meio do Dias de Cão e cujos links não existem mais...
Atualizem o endereço e espero ver todos e todas por lá, comentando e dando palpites! E já tem algumas novidades... http://bellaeosdiasdecao.wordpress.com/

quinta-feira, 29 de julho de 2010

momento delícia ao sol

Fez tanto frio nesse dia que fui curtir um solzinho no fim da tarde com Shiva e Guido. Enquanto o pequeno estava sobre meus pés, aproveitei pra filmar como a Shiva gosta de um carinho no pescoço... o grand finale mostra a "aparição" do labrador de guarda!

video

sexta-feira, 16 de julho de 2010

creche para cachorro

O vídeo abaixo foi publicado no Uol com o título "americanos tratam seus cachorros como filhos". Assistam e depois me contem o que acharam!

segunda-feira, 12 de julho de 2010

questão de ponto de vista

Se até mesmo gente teimosa e cabeça dura pode olhar as coisas de um novo ângulo, por que um cão bonzinho e lindo não poderia fazer o mesmo?

Bastou ganharmos umas pedras para nosso quintal e Guido descobriu novos postos de observação. Passa horas ali e já flagrei o pequeno dormindo ao sol sobre esta mesma pedra, que parece ser sua favorita!

segunda-feira, 5 de julho de 2010

corrente do bem

Pessoal, hoje estou escrevendo para pedir a ajuda de vocês. Não é para mim. As meninas do Adote um Gatinho recolheram mais dois cãezinhos, além das duas que estão anunciadas ali do lado, e precisam de ajuda para encontrar bons adotantes e gente que possa colaborar com a cirurgia do Polvilho. Os detalhes estão no blog do AUG e os que puderem colaborar, encontrarão as instruções por lá. Ajudem! O trabalho delas é sério, reconhecido e cães não são exatamente o foco das meninas, né? Mas elas não conseguiram deixar os bichinhos nas ruas precisando de cuidados, e se cada um de nós ajudar com um pouquinho, elas conseguirão o que precisam! É a chance de dar a estes dois cachorrinhos saúde e um lar cheio de amor e carinho. Vamos lá?

Atualização em 13 de julho: A cirurgia do Polvilho foi um sucesso! Ele passa bem e agora precisa encontrar um lar feliz! Vamos ajudar esse cãozinho a encontrar uma família de comercial de margarina?

quarta-feira, 30 de junho de 2010

labrador avisa menina diabética quando taxa de açúcar se altera

Reproduzo abaixo notícia da BBC muito bacana divulgada na Folha.com:

Um cão labrador treinado para detectar a queda do nível de açúcar no sangue de seres humanos vem ajudando uma menina britânica de seis anos a evitar entrar em coma por causa de diabetes. A cadela Shirley é um dos dez cães treinados pela entidade beneficente Cancer & Bio-detection para alertar diabéticos quando sua condição se deteriora e mora há quatro meses com a pequena Rebecca Farrar, que tem diabetes tipo 1. "Ela salva a minha vida", diz Rebecca, que é a primeira criança a receber um cachorro para detectar sua doença. "Ela é minha melhor amiga."
Shirley é capaz de sentir uma mudança de odor exalado pelo corpo de Rebecca quando sua taxa de açúcar cai ou sobe a níveis alarmantes. O cheiro não é detectado por seres humanos e é um sinal emitido pelo corpo antes de outros mais aparentes, como palidez. Ela então começa a lamber os braços e as pernas da menina para alertá-la. Desta forma, a menina ou sua mãe têm condições de tomar providências para evitar um colapso.

Alerta precioso
"Shirley percebe (a queda no nível de açúcar) bem rapidamente e começa a lamber as mãos e pernas de Rebecca até ela tomar uma Coca-cola ou ingerir açúcar, que elevam seus níveis de açúcar novamente. Quando a taxa está muito alta, Shirley também sente e dá o alerta", explica a mãe de Rebecca, Claire. A mãe lembra de um episódio em que ninguém percebeu que a taxa de açúcar de Rebecca estava caindo até Shirley dar o precioso alerta. "Nós não tínhamos ideia de que ela estava com a taxa de açúcar baixa. Ela estava dançando em um clube com seu irmão-gêmeo, Joseph, e quando os dois voltaram à mesa para tomar algo, Shirley começou a lamber as mãos de Rebecca. O kit de primeiros-socorros estava embaixo da mesa e Shirley foi até lá e pegou um exame de nível de açúcar", conta Claire. "Ela deu o exame a Rebecca e começamos a desconfiar que tinha algo de errado. Fizemos o teste, e o nível estava bem baixo. Se eu não tivesse Shirley, Rebecca teria entrado em colapso. E quando isso ocorre, ela entra em um sono tão profundo que se tentamos colocar açúcar em sua boca, ela engasga."
A presença de Shirley na casa também tornou a vida de toda família mais fácil. "Ela tinha um colapso a cada dois dias. Às vezes eu a socorria apenas pouco antes de ela entrar em um colapso muito sério, outras vezes eu tinha de chamar a ambulância", conta Claire. "Mas agora temos Shirley e ela detecta a queda no nível de açúcar antes de Rebecca perceber o problema." Claire conta que também consegue ter noites de sono mais tranquilas, sem medo de a filha ter algum problema durante a noite, como ocorria antes de Shirley dormir ao lado da cama de Rebecca.
A entidade beneficente que deu Shirley à família treina cachorros para detectar todo tipo de doença, incluindo câncer. "O que nós descobrimos nos últimos cinco anos é que cães são capazes de detectar doenças humanas pelo odor. Quando a nossa saúde altera, temos uma pequena alteração no odor do corpo. Para nós é uma mudança mínima, mas para o cachorro é fácil de notar", diz ClaireGuest, da organização Cancer & Bio-detection.

Texto e foto: BBC e Folha.com

terça-feira, 22 de junho de 2010

essa tal felicidade

Afinal, o que é ser feliz? Há milênios a humanidade tenta responder. Alguns explicam através da religião, outros pela filosofia e outros ainda pelas experiências simples do dia a dia. Há aqueles que fazem a opção de juntar um pouco de cada coisa e tem seu jeito próprio de definir o que seja a felicidade. Faça esta mesma pergunta para cem pessoas e terá cem respostas diferentes. E eu espero sinceramente que isto permaneça assim, pois é a diversidade de interesses e da subjetividade que torna a raça humana tão encantadora.

Se alguém me perguntar se meus cães são felizes, eu responderei que sim. Shiva e Guido têm cama quentinha, comida adequada e na quantidade recomendada, água limpa e fresca à vontade, espaço de sobra - inclusive para cavar buracos e ficarem imundos, cuidados veterinários regulares e em casos de emergência, não têm pulgas, carrapatos ou vermes, brincam, correm, se exercitam, e tem o que considero de mais importante para animais domésticos que são: têm amor, muito amor, carinho e atenção. Marido e eu nos desdobramos para estarmos com eles o máximo possível, não só porque eles precisam, mas porque desfrutar da companhia de nossos cães é agradável. Ninguém é obrigado a ter cachorros, nós escolhemos tê-los como membros de nossa família. E estar com eles é ótimo!

Por isso, quando olhar para um cachorrinho, um gatinho ou outro bicho por aí, antes de levar pra casa, pense nisso: quero ter essa criatura como companhia? Porque eles vivem em média de 10 a 16 anos, alguns até mais, demandam cuidados, despesas e muito amor. E ninguém é obrigado a querer amá-los. Mas todas as criaturas sobre a face da Terra têm o direito de serem felizes. E viver acorrentado não deve aparecer nas listas de pessoas nem de animais, né?

PS: Escrevi esse post depois da foto e da legenda que a Bianca, do Cachorrando, questionou aqui.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

9 coisas sobre meus cães


Recebi esse simpático selinho do blog Cachorrando e, conforme as regrinhas, devemos revelar 9 coisas sobre nós e indicar outros 9 blogs para fazer o mesmo. Assim, seguem algumas coisinhas sobre meus cães que talvez vocês ainda não saibam:

1. Shiva é bagunceira, levada e adora cavar buracos, mas é doce e amorosa na mesma medida. Não tem nem idéia do tamanho que tem e por isso é bastante estabanada, mas sabe ser carinhosa e adorável. Por isso tem, entre outros, o apelido de "docinho".
2. Guido é elétrico, ligado no 220, gosta de correr e persegue tudo que se move (calangos, passarinhos e até aviões), mas tem seus momentos de ficar quietinho, dormindo no tapete e pedindo carinho na barriga. Ganhou o apelido de "bombom".
3. Cinira foi o primeiro cão que esteve sob minha responsabilidade e tê-la como companhia por 16 anos foi um enorme privilégio. Ela era teimosa, doce, danada, linda, amarela, valente, morria de medo de foguete, odiava gatos, e eu a amava mais que tudo. Ainda hoje me peguei pensando nela porque amanhã tem jogo e os fogos seriam um problema... velhos hábitos...
4. Minha casa é listrada. Explico: Guido adora andar se esfregando nas paredes e com o passar do tempo, deixou uma marca que tem exatamente sua altura. Shiva aprende rápido e começou a se esfregar também, o que deixou uma marca mais alta... Uma lindeza estética!

5. Este ano estamos com uma variável extra na temporada de seca lá em casa: os carrapichos. Guido tem ficado cheio deles e Shiva passa "em branco". Estou pesquisando para escrever sobre isso nos Grandes Mistérios Caninos.
6. Gerard chegou meio por acaso e foi uma grande paixão para mim. No dia em que eu soube que ele estava doente, bati o carro no estacionamento do veterinário, felizmente, sem grandes estragos nem vítimas.
7. Guido é hipocondríaco: falou que é pra tomar remédio, ele fica todo empolgado e abre a boca!!! Já Shiva, falou que é comida, não tá nem aí se tem remédio dentro ou não, engole sem ver, hehehe.
8. Todos os meus cães sempre tiveram nome de gente, só o Mug e a Shiva quebraram essa regra. O primeiro nem me lembro mais porquê. A Shiva porque foi batizada pelo tio. Só depois fomos descobrir que esse nome era de um deus hindu que significava a destruição e o renascimento...

9. Labradores não deveriam uivar, certo? Pois a Shiva aprendeu direitinho com o Guido e é muito engraçado ver os dois em sinfonia. No nosso condomínio, todas as casas têm cachorros e vez por outra, um começa e todos vão no embalo. Eu e Marido ficamos olhando pela janela e morrendo de rir da nossa dupla!

Indicando os 9 blogs para receber o selinho:
Comédias da vida canina

quarta-feira, 9 de junho de 2010

campanha do agasalho

Pessoal, chegou o inverno e não só as pessoas precisam de ajuda. Os bichos também sentem frio! Assim, quem quiser ajudar, tem boas oportunidades: em São Paulo, o Adote um Gatinho está promovendo a segunda Campanha do Agasalho para Gatos e Cães (tem um banner com link logo ali do lado). Em Porto Alegre, o bazar Pó de Estrela e o Reino Gato estão recebendo doações neste final de semana. E em Belo Horizonte, o grupo Adote um Animal também deu início a campanha no início deste mês. Em todos os casos vale lembrar que as peças doadas devem estar limpinhas, devidamente higienizadas e em condições de uso.

Sabe de outra cidade onde está acontecendo campanhas como estas? Coloque as informações nos comentários! Você pode ajudar a divulgar para outras pessoas que passam por aqui!

terça-feira, 8 de junho de 2010

mostra pra cachorro

Seguem informações da notícia publicada no UOL:

Mostra presta homenagem ao "melhor amigo do homem" na Matilha Cultural (SP)

O "melhor amigo do homem" será homenageado este mês pelo espaço cultural Matilha Cultural, em São Paulo. Entre os dias 8 de junho e 3 de julho, o local promove a mostra "práCachorro", que contempla uma série de atividades voltadas aos caninos e a seus admiradores. Entre elas, exposições fotográfica e com trabalhos de grafiteiros, além de uma instalação. A abertura será nesta terça-feira, às 18h, com apresentação dos Djs Soares e Zinco.

A mostra "Cachorros", de Paola Vianna, apresenta 29 fotos tiradas entre 2004 e 2010, traçando uma linha que aproxima o espectador do olhar do cachorro, na qual são abordados os contextos da familia, descaso, companheirismo e morte no Brasil, Bolívia, Peru e Chile.

No campo das artes visuais, as atrações serão a exposição "Graffiti PráCachorro" e instalações de casinhas sensoriais. A primeira traz cinco telas produzidas pelos grafiteiros brasileiros Graphis, Saide, Nick, Feik e Binho Ribeiro, com curadoria do próprio artista plástico e grafiteiro Binho Ribeiro. Já as casinhas terão diferentes cheiros e texturas, customizadas por um coletivo de artistas convidados pela Matilha, como Amanda Mussi, Binho Ribeiro, Ebola, Elizabete, Juliana Kodama, Keto, Mr. Bomba, Marcelo Barneiro e Markone.

Outras atrações
Além das exposições de arte, a mostra "práCachorro" irá oferecer conversas sobre saúde e nutrição dos animais, palestra sobre adoção e posse responsável, estúdio fotográfico para registrar cães e seus donos com diferentes cenários e espaço lounge para os cães. Também estão previstas sessões de cinema, feira de adoção e programação musical com hip hop, soul, funk, afrobeat, ragga e dancehall sob o comando dos DJs Soares, Zinco, Branco, DJ Hum, MZK e Wotjila. Para ver detalhes da programação visite o site da Matilha Cultural.

"PRÁCACHORRO"
Quando: de 8 de junho a 3 de julho de 2010
Onde: rua Rego Freitas, 542, São Paulo-SP; terça a sábado, das 12h às 20h
Quanto: grátis
Informações: 0/xx/11/3256-2636

segunda-feira, 31 de maio de 2010

unha quebrada e pijama novo

Sábado tivemos uma pequena emergência veterinária: Guido amanheceu com uma unha quebrada. Pode parecer uma bobagem, mas quem tem cães sabe que dependendo de como ela quebra, além de doer muito, pode complicar. Levamos logo cedo à Veterinária e ele ficou lá boa parte do dia. Depois do banho e da tosa (porque ele estava bem precisado, diga-se), ela ia verificar a necessidade de sedá-lo para cortar a unha, pois estava quebrada bem próximo da almofadinha. Ainda bem que não precisou da sedação e no final da tarde ele voltou pra casa limpinho, cheiroso e sem dor. Pra completar, ganhou um pijama novo para este inverno (o antigo estava tão cheio de carrapichos como ele, hehehe). Não ficou uma graça? :)

segunda-feira, 24 de maio de 2010

por que cães roem os tapetes?

Começando a série dos "grandes mistérios caninos", temos esta pergunta aparentemente fácil de responder.
resposta 1: os cães roem os tapetes porque não têm outras coisas para roer. Falso! Pelo menos lá em casa o que não falta são ossinhos, bolinhas e outras guloseimas para mantê-los com as bocas ocupadas.

resposta 2: porque estão entediados. Hum, essa é mais complexa. Mesmo depois de um dia inteiro de atividades, como buscar a bolinha, sair para passear e receber muitos mimos, Shiva encontra disposição (e tempo) para roer o tapete.

resposta 3: porque é gostoso. Essa também pode ser parte da solução do mistério. Os de sisal são rapidamente estraçalhados, enquanto os sintéticos duram um pouco mais. Não sei se aqui o fator determinante é o sabor ou a durabilidade do material.

Outra pergunta, parte deste mistério é: por que só a Shiva rói os tapetes? O Guido adora dormir sobre eles e costuma ser despejado antes de começar a destruição. Normalmente é por causa dos latidos de protesto dele que sou alertada de mais um ataque...

Alguém aí tem mais respostas? :)

quinta-feira, 20 de maio de 2010

gravidez (humana) e convivência com animais

Tenho recebido alguns e-mails sobre o tema e achei por bem esclarecer algumas dúvidas por aqui. A primeira delas é que não sou da área de saúde, mas procuro me manter sempre bem informada sobre tudo que tenha relação com meus cães.

É bom lembrar: gravidez não é doença! E é exatamente por isso que não há a menor necessidade de se desfazer dos animais de estimação nesse período. Alguns médicos ainda são desinformados e trabalham com crenças antigas, de que a gestante deve ficar quase que numa "bolha". Isso não é verdade. Quem tem animais de estimação tem (ou deveria ter) por hábito cumprir o calendário de vacinas e vermifugação desde que o levou para casa, zelando por sua higiene e saúde. Se estas tarefas forem cumpridas com regularidade, as futuras mamães estão seguras! O único cuidado extra será o de usar luvas para recolher as fezes do cão, gato, ave ou pedir que outra pessoa assuma essa tarefa durante a gestação (papais, olha a dica!).

O maior risco em contrair doenças é mesmo a falta de cuidado na higienização dos alimentos, não lavar as mãos adequadamente ou com a frequência necessária e a exposição a animais não vacinados (e aqui a lista é vasta... cães, gatos, aves, cavalos, e por aí vai).

Por isso, quem pretende ser mamãe de gente e já é mãe de cachorro e de gato, só precisa ser uma mãe responsável com seus filhos peludos e curtir junto com eles a espera pelo bebê gente! Nada de mandar embora aquele que foi seu melhor amigo antes do novo membro da família chegar! Seu filho peludo será para o seu bebê um ótimo amigo e excelente companhia! Eu sou uma prova viva: pra quem não se lembra, olha a história da Pepita.

Para quem quiser ler mais sobre o tema, há várias opções. Aqui mesmo, no Dias de Cão, no Gatoca, no Focinhos Gelados, no Licença Maternidade, no Mulheres Grávidas , no Destaque SP, no E-FamilyNet, só pra citar alguns. Tire suas dúvidas com o médico e também com o veterinário! Eles sempre têm dicas importantes. Manter-se bem e corretamente informada é fundamental para as futuras mamães!

terça-feira, 11 de maio de 2010

um dia de cão

Ontem foi um dia de cão para mim. Levei o trabalho para casa, pois era o dia de dar um trato na porta e outras madeiras da casa. Quem já passou por isso vai se identificar comigo. Primeiro, vem a lixadeira e todo o barulho que ela produz. Sem mencionar o pó, que entra por todas as frestas (que eu nem sonhava que a casa tinha). Quando acaba essa parte da tortura, já depois do almoço, vem o verniz e aquele cheiro terrível que se alastra por todo canto e não sai do nariz. E por fim, tem que esperar secar...

Por incrível que pareça, essa foi a parte mais complexa. Agendamos esse serviço para maio exatamente porque Brasília nessa época do ano já está com a umidade do ar em níveis suuuuper baixos e facilita o processo. Pois não é que justo ontem, depois disso tudo, caiu uma abençoada chuva? As plantinhas agradeceram muito, mas quem disse que a porta secou? A foto retrata a situação às 22h, com os cães sem entender o que o ventilador estava fazendo ali. Detalhe: os cães vivem só no quintal, nada de entrar em casa. Eles respeitaram direitinho a soleira da porta, mas bastou o Marido e líder da matilha chegar para eles testarem minha autoridade e adentrarem o recinto. Como estava chovendo, o rastro de lama completou a cena. E às 23h só dava eu de rodo na mão, limpando as pegadinhas da dupla. Ainda bem que hoje de manhã a porta estava bem seca e a rotina voltou ao normal. Ser mãe de cachorro também é padecer no paraíso.


Reparem a cara de tédio da dupla. (e perdoem o flash, mas não tinha outro jeito...)

segunda-feira, 10 de maio de 2010

o melhor de viajar é...

Quem me conhece sabe que adoro viajar. Seja à passeio ou à trabalho, gosto da experiência. Sempre acontecem coisas interessantes, por mais simples que a viagem seja. Neste final de semana não foi diferente. Marido e eu aproveitamos a oportunidade de reunir nossos pais, que moram em cidades diferentes, e tivemos um dia das mães ótimo!

Só teve um pequeno problema: meus filhos Shiva e Guido ficaram em casa, não foram conosco. Por questões óbvias de logística e porque eles não puxaram a mãe nesse caso: viajar não agrada meus cães. Confesso que me diverti demais na minha terrinha, com todos reunidos, conversando fiado e comendo aquela comidinha mineira. Mas estava doida de saudades dos cães!!!

Chegando em casa e tendo a recepção calorosa deles, confirmo o que sempre digo: amo viajar, mas o melhor de tudo é voltar pra casa!

segunda-feira, 3 de maio de 2010

cães de guarda

Que o Guido toma conta da casa, quase todo mundo já sabe. O pequeno é bem bravinho e dá sinal de tudo que acontece nas imediações. Corujas, quero-queros e outras aves que o digam. O vigia e os jardineiros do condomínio são seus arqui-inimigos, ainda mais se estiverem de bicicleta ou moto, aí o Guido vai à loucura! Ele simplesmente ODEIA moto e bicicleta.

Shiva aprende rápido. Sobretudo, o que não fazemos muita questão que ela aprenda, né? Vendo ela se arrepiando toda e latindo grosso, Marido e eu chegamos à conclusão de que temos um labrador de guarda. O único desse tipo que conhecemos. Se está fora da grade, é inimigo. E ponto.

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Mafalda

Nosso terceiro cocker preto - e quarto cão no quintal - chegou por acaso. Meu padrinho estava com um amigo que precisava doar a cadelinha. A figura tinha dado de presente para a mãe idosa uma filhote de cocker, cheia de energia e muito atentada (como qualquer filhote, aliás). O resultado era que a senhorinha não estava dando conta de tanto agito e a cadela precisava de um novo lar. Assim, minha irmã e minha mãe logo quiseram levar a dita cuja para casa. Lá fui eu, recém habilitada, com a minha irmã buscar Mafalda.


A primeira descoberta foi de que ela não era tão filhote assim. Pergunta daqui e dali, descobrimos que passou por umas sete casas antes de ir parar na nossa. Ou seja, deu um trabalhinho para ela aprender seu novo (e oitavo) nome. Mafalda era deveras agitada e roía tudo que via pela frente, bem diferente de Lucrécia e Gerard, os outros dois cockers calmos e tranquilos a que estávamos acostumados. Só anos mais tarde descobrimos que nossa plácida dupla é que estava "fora dos padrões" da raça, que é agitada por natureza. E Mafalda era teimosa, com um gênio dominante, deu um certo trabalho ensinar a regras da casa para a recém chegada.

Carinhosa e chegada em mimos, logo conquistou espaço. Nos primeiros tempos, dormia dentro de casa. Uma das cenas mais engraçadas que presenciei foi numa madrugada, quando levantei para beber água e acendi a luz da sala de jantar, Mafalda estava sobre a mesa, beliscando um paõzinho esquecido por ali. Desde então, as cadeiras da mesa de jantar precisavam ficar beeeem escostadas, porque se desse espaço, ela subia na mesa, na esperança de fazer um lanchinho extra. De outra vez, chegando em casa a pé, ouvi um choro de cachorro desde o ponto de ônibus e pensei: "quem está torturando essa pobre criatura?" Ao abrir o portão de casa, me dei conta de que a gritaria vinha dali de dentro mesmo. Abri a porta da sala e pedaços de almofada estavam espalhados por todo canto. Mafalda pulava de alegria, me arranhando toda. Ela nunca gostou de ficar sozinha.

Passado alguns meses - e algumas coisas destruídas - conseguimos adaptá-la aos outros cães da casa. Ela se mudou para o quintal e começaram pequenas rusgas com a chefe da matilha. Mafalda e Cinira se estranharam algumas vezes, mas Gerard se encarregava de colocar ordem na bagunça.

quinta-feira, 22 de abril de 2010

se seu bicho falasse...

Pra quem ainda não conhece, visite Um Sábado Qualquer, do Carlos Ruas. Risadas garantidas. Foi de lá que veio essa tirinha de humor ácido. Clicando na imagem, a tirinha aparece no referido blog, em seu tamanho original.

segunda-feira, 19 de abril de 2010

momento banho

Ontem eu e marido demos um bom banho em Shiva e Guido. Aproveitando o lindo dia de sol, lavamos, esfregamos, secamos e ainda saímos para passear com a dupla! Um domingo perfeito!

Guido foi clicado num momento toalha, lindinho da mamãe!
E Shiva ficou tão limpinha... nem parece a cadela que cavou um buraco na semana passada!!!

terça-feira, 13 de abril de 2010

bichos e eleições: tudo a ver

O ano de 2010 promete: além da Copa do Mundo, que domina o noticiário e as propagandas do rádio e da tv, ainda teremos eleições no Brasil. Mesmo relegadas ao segundo plano - pois só serão o assunto da vez depois do final do evento esportivo - as eleições são um momento especial para quem, como eu, se interessa pelo bem estar dos bichos. Sendo assim, convido cada um a observar, perguntar e se informar sobre as propostas dos candidatos a Deputado Estadual, Deputado Federal, Senador (e respectivo suplente), Governador, Presidente e seus Vices. São essas pessoas que elegeremos que poderão modificar o tratamento dado aos animais no país nos próximos anos. E como nossos representantes (muito bem pagos), nada melhor do que escolhermos com cuidado em quem depositaremos nossa confiança para mudar e melhorar tudo aquilo que julgamos necessário.

O objetivo desse convite não é fazer campanha para ninguém. O voto é secreto e me reservo o direito de não querer campanha política neste espaço. Minha intenção é chamar a atenção para que não nos esqueçamos disso na hora de avaliar nossos candidatos. Pois sabemos bem da dificuldade de tramitação dos projetos que visam modificar as legislações que são permissivas com os maus tratos. Se cada um escolher bem seu candidato, depois poderá cobrar dele que honre seus compromissos. Votar consciente e exigir que nossos representantes efetivamente nos representem é uma das funções do cidadão numa democracia. Cães, gatos, aves e outros animais não podem votar e nós, que apreciamos sua existência, temos a obrigação de zelar por seu bem estar. E as eleições são uma excelente oportunidade para isso.

segunda-feira, 5 de abril de 2010

meu pet é o bicho!

Esse é o título de uma coluna no ABC dos Bichos e Shiva e Guido são as figuras da semana! É só clicar aqui para ver. Como uma mãe bem coruja, já aviso que estão lindos! :)

terça-feira, 30 de março de 2010

o que você sabe sobre Toxoplasmose?

Se você é daqueles que aposta que os gatos são uma fonte ambulante desta doença, está redondamente enganado. Carne crua e vegetais mal lavados são os grandes vilões! Leia mais sobre o assunto em Gatoca, clicando aqui. O alerta vale para todos, não só para as futuras mamães.

quinta-feira, 18 de março de 2010

cachorro participativo

Ai, que inveja que eu fiquei!!! Lindo demais esse cachorro que recolhe a própria bagunça! Repare o charme para pedir o petisco no final!

quarta-feira, 17 de março de 2010

altos e baixos

Recebo com frequência e-mails trazendo notícias terríveis sobre maus tratos à cães e gatos e todo tipo de bicho, pedindo que eu ajude a divulgar. Eu sofro, choro, fico horrorizada e me questiono sempre até onde vai a maldade humana. Mas acabo escolhendo não colocar essas notícias aqui no Dias de Cão. Mesmo que alguns me cobrem essa atitude, não tenho vontade de fazaer isso. E os motivos são simples.

Somos bombardeados por notícias ruins o dia inteiro - corrupção, catástrofes, mortes violentas, assassinatos (de gente e de bicho), trânsito... a lista não tem fim. Aqui no blog quero sempre ressaltar os prazeres simples de se conviver com animais, os cuidados e responsabilidades que temos com eles, curiosidades, fotos bonitas... enfim, fazer desse pequeno espaço um lugar tranquilo e sem grandes sobressaltos.

Isso não quer dizer que eu não me importe e que faça vista grossa para a realidade horrorosa do mundo e dos nossos animais de estimação. Mas essas reflexões eu faço quando leio os blogs e sites de outras pessoas e entidades que atuam diretamente na causa, faço doações para algumas sempre que posso e divulgo o trabalho que realizam. Escolhi essa maneira para participar.

Imagino que quem fica chocado com os vídeos horrendos são os mesmos que se chocam ao saber dos fatos sem ver as imagens. Os que cometem atrocidades contra animais não se chocam ao ver esses atos documentados, devem ser como pedófilos, que acham mesmo é bacana.

Aqui no Dias de Cão tem sempre espaço para a posse responsável, para o amor aos bichos, às plantinhas e para boas notícias, como essa aqui. As notícias que me tiram o sono, como bichos envenenados por crueldade, prefiro comentar diretamente com as pessoas envolvidas e trazê-las aqui só se achar que estarei ajudando de alguma maneira. Espero que quem passa pelo blog entenda...

terça-feira, 16 de março de 2010

dicas: como dar banho no seu cão em casa

Um vídeo que mostra o passo a passo de como dar banho no seu cachorro em casa. Eu faço duas coisas diferentes do que eles mostram: a primeira é dar o banho num lugar que tenha cimento ou uma pedra porosa (nada de cerâmica!), que dá establidade ao cachorro mas não suja as patas (caso da grama, que encharca e faz lama). A outra é usar uma mangueira com menos pressão, porque a Shiva se assusta e fica inquieta. De resto, é só diversão!


segunda-feira, 8 de março de 2010

cena típica de domingo

Shiva entediada, cochilando, e Guido sempre alerta, mesmo que o maior agito no quintal seja um passarinho comendo formigas...

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

vivendo e aprendendo

"Mas para quê você quer um cachorro?" Esta pergunta já me foi feita várias vezes - obviamente por pessoas que não têm bichos em casa e nem pensam nessa possibilidade. Dependendo de quando a pergunta me encontra, respondo mais (ou menos) de forma polida. Mas como aqui no blog posso falar do que eu quiser, eis aqui as minhas mais sinceras motivações para escolher cães como companhia:

Cães são adoráveis. Sua doçura faz com que as aporrinhações de um dia inteiro de trabalho se dissolvam ao atravessar o portão de casa. Eles guardam nosso lar das chateações do mundo, pois ao sermos recepcionados de maneira calorosa quando chegamos é impossível não sorrir para eles. Só isso já nos deixa mais leves.

Cães são travessos. Suas aprontações por vezes nos irritam, mas nos ensinam a exercitar a organização, a tolerância e a paciência. Não adianta gritar, esbravejar e falar palavrão. Eles não vão nos ofender, nem gritar de volta. Nós é que temos que descobrir como nos comunicar com eles de maneira mais acertiva e parar de deixar coisas espalhadas.

Cães são surpeendentes, mesmo quando amam rotina. Não conheço nenhum bicho mais apegado à rotina do que cachorro. Sabem a hora de comer, de sair para passear, de "discomer", de dormir. Experimenta alterar a rotina para ver no que dá: latidos, protestos, choramingos... E mesmo assim, eles sempre descobrem um jeito diferente de fazer um agrado, uma peripécia, uma travessura, uma fofura nova.

Cães são gregários. Não nasceram para ficarem sozinhos. Eles precisam da companhia de um outro cão, de pessoas, e aceitam até mesmo um gatinho. Gostam de estar perto, de contato físico, de carinho. Nos ensinam a doçura e a compreensão. Sabem quando estamos tristes ou alegres e dividem conosco esses momentos.

Conviver com eles nos ensina mais: nos faz exercitar cotidianamente o convívio com o diferente, com o novo, com o que não compreendemos, com aquilo que não somos. E quando olho para o mundo que está fora do meu portão, vejo que esse exercício faz uma falta danada para resolver os conflitos que acontecem todos os dias. E me pergunto: "Como assim tem gente que não quer ter um cachorro?"

PS: Imagino que gatos, aves e outros bichos exerçam esse mesmo prazer na convivência. Mas como só tenho cães, falo só deles...

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

um bate-papo bacana e informativo

Essa semana pude ler um bate-papo interessante que aconteceu no UOL com a veternária Cynthia Schoenardie, que é a gerente da campanha "Adotar é tudo de bom". Para quem quiser saber mais sobre adoção de animais e de como a campanha tem funcionado, é só clicar aqui.
PS: este mês o Dias de Cão completa 2 anos!!! Estou preparando uma surpresinha, aguardem!

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

notícias da Elvira

Rebatizada de Laila, a simpática cadelinha que achei em 2009 está feliz em seu novo lar. Tem uma irmã canina e duas crianças que gostam de brincar com elas. Ganhou peso, tem casinha, carinho e atenção. Já fazem dois meses que ela foi para sua nova família e as notícias são de que está bem adaptada por lá.

Esta foto tirei na véspera dela ir embora, olha que carinha mais sapeca!
Para quem não se lembra, eis aqui a Elvira quando encontrei e cumprindo as etapas até ser doada.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

presente de aniversário na Folha Online

Shiva ganhou um presentão de 5º aniversário: foi destaque dos "mascotes da semana" da Folha Online! Clique aqui para ver.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

dia de madame


No último domingo, Shiva teve seu dia de madame. Com o calor que estava fazendo, ficou deitada à beira da piscina pegando um ventinho e contemplando o mundo. Creio que um labrador normal estaria dentro da piscina. Mas como ela tem trauma de infância, se contentou em colocar as patinhas na água.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

feliz ano novo!

Nada melhor que começar um novo ano, cheio de possibilidades! Apesar dos fogos barulhentos, a virada do ano foi tranquila e Shiva e Guido ainda ganharam de presente um lindo final de semana ensolarado, depois de mais de 10 dias em que só choveu. Curtimos com eles um domingo preguiçoso na varanda para começar o ano com as energias renovadas. E hoje, deixamos as figuras dormindo quando saímos para trabalhar. Quem dera pudéssemos passar uma segunda-feira assim, né? Feliz ano novo!!!